Páginas

27 março 2017

Partiu ErreJota

Imagem relacionada

Hellooooo tô indo ao Rio de Janeiro em uma mini férias.
A programação volta ao normal dia 17 de Abril.
Até lá!!

14 março 2017

Não foi o que eu disse!

Certa vez me mandaram um vídeo de uma palestra sobre sexualidade que é feita só para mulheres, nela a palestrante estava dizendo que homem não gosta de mulher o que eles gostam é de b#cet#, se não fosse por isso eles nem teriam uma ligação conosco.

Eu achei graça, porque é realmente engraçado se olhar pelo ângulo generalizado e irônico da questão, e faz sentido para as mentes mais céticas sobre o grau de reciprocidade no amor homem x mulher, novamente, de forma generalizada. Mas não quero falar sobre isso. Fica aí lançado na mente de vocês.

Homens gays realmente não gostam – do verbo atraídos – de vagina, acho que até veem uma certa beleza, mas nem por isso deixam de ser amigos nossos e nem por isso são menos homens.

Eu nem vou discorrer quanto a isso também, porque realmente não é necessário. O texto poderia ser levado para caminhos diferentes, eu tive alguns na cabeça, mas resolvi deixar em paz.

Depois de achar engraçado eu achei interessante, porque algumas atitudes relativas ao sexo do homem para com a mulher, que na maioria das vezes nos diminuem, tem uma maneira de se tornar piada. Eis mais um rumo que esse texto poderia ter tomado, mas não quero por enquanto. Fica aí o questionamento. e outra ideia pra post.

Outra coisa:

Eu li, esqueci o blog tô péssima hein gente sobre aquele meme “queria estar morta” que já falei tanto e ouço por aí. O ponto de discussão que a garota colocava é que para mim ou você, isso é irrelevante, não há sentimento, uma piada, mas para quem passa por depressão isso se transfigura, pois é exatamente e literalmente o que a pessoa precisaria estar.

E o que finalmente eu estou tentando dizer com esses dois exemplos não é mesmo?

Peso.

O que eu, você, possa achar idiota/exagero/problematização em algum texto, propaganda, publicidade, palestra etc. olha pode ser realmente SÉRIO, pode parecer bobo à primeira vista, ou típico comum, lógico, mas aí é que está o problema.

É tudo tão urgente, há tarefas a fazer, temos umas cinco abas abertas para ler, dívidas para se preocupar, ou séries para assistir e etc. não temos tempo para pensar, julgar o conteúdo de forma racional, afinal a maioria dessas questões estão latentes. 

Então, se em um primeiro momento você ler, ouvir, ver e tirar uma conclusão definitiva sobre aquela ideia, PARE, pense, reflita, se não mudar a sua opinião, segue a vida, mas se notar a diferença, "o cabelo na sopa" não hesite em discutir – do verbo debater de forma educada, está bem?! Ótimo.

02 março 2017

Favoritos do Mês/Fevereiro

BLOG

Este blog - Em Casa Blog - é o Paraíso se você gosta de papelaria – design – download free. Ou seja, eu. Não é porque é de grátis que são poucas opções ou design simplesinho, a mulherrr arrasa, cada planner, to do, enfim, mais lindo que o outro, sem falar que tu fica loka pelos planners prontinhos que ela tem, fotos lindas!!

CANAL

Descobri a Debbie pelo instagram, curti muito a vibe dela e principalmente o conteúdo. Gosto quando as pessoas falam das suas vulnerabilidades.

TEXTO

São dois. 
Um é da newsletter da Gabi, () com um tema que gosto, apesar de estar cansando.
Feminismo de Butique. O que ela falou é bem pertinente, abra ozoio mulés!!

O outro é um texto da Sofia na estreia da revista eletrônica Deriva, que está bem interessante, temas que curto bastante e autores idem. Então, o texto dela é bem lindo, com indicação linda.

SÉRIE

Twin Peaks – comecei a assistir a série mês passado, ainda não terminei, mas cara, muito massa, sem falar que a música de abertura é sinistra haha assistam, sou alienada, acho que todo mundo já viu. 

"A misteriosa morte de Laura Palmer na pacata cidade de Twin Peaks dá início a uma série de problemas ao agente do FBI Dale Cooper e ao xerife Harry Truman. Eles são os responsáveis pela investigação do crime e acabam percebendo que várias pessoas da cidade estão envolvidas e que segredos obscuros estão por trás do caso".


 ♥♥♥♥♥

20 fevereiro 2017

E a vida é...



...Aquela busca por descobrir seu lugar no mundo,
lidar consigo e administrar a ansiedade;
É a corrida para preencher os vazios e errar muito nessa procura;
 É questionar se realmente as respostas estão dentro de você;
E mesmo que você viva sem pensar muito, vai se encher de ruídos e só será ecos; não vai enxergar a verdadeira beleza.
E a vida é assim, uma estrada meio estreita, meio larga, com
saliências, uns desvios, umas curvas; todas as suas escolhas; contudo, se olhar para frente terá um horizonte e de repente esperança, se para os lados muitas paisagens e definitivamente consciência.
Mas lembre-se, não encontrar todas as respostas faz parte da
trajetória, afinal aqui não é definitivo. Depois.

06 fevereiro 2017

[Resenha ] O Último Adeus – Cynthia Hand

“Desculpa, mãe, mas eu estava muito vazio.” – Tyler

Sinopse.  O Último Adeus é narrado em primeira pessoa por Lex, uma garota de 18 anos que começa a escrever um diário a pedido do seu terapeuta, como forma de conseguir expressar seus sentimentos retraídos. Há apenas sete semanas, Tyler, seu irmão mais novo, cometeu suicídio, e ela não consegue mais se lembrar de como é se sentir feliz. O divórcio dos seus pais, as provas para entrar na universidade, os gastos com seu carro velho. Ter que lidar com a rotina mergulhada numa apatia profunda é um desafio diário que ela não tem como evitar. E no meio desse vazio, Lex e sua mãe começam a sentir a presença do irmão. Fantasma, loucura ou apenas a saudade falando alto? Eis uma das grandes questões desse livro apaixonante. O Último Adeus é sobre o que vem depois da morte, quando todo mundo parece estar seguindo adiante com sua própria vida, menos você. Lex busca uma forma de lidar com seus sentimentos e tem apenas nós, leitores, como amigos e confidentes.

Este livro vai estar aqui no meu coração guardadinho com carinho. E confesso que quero ler mais livros com essa temática. 

Lex é uma personagem cativante, a forma realista com que lida com seus sentimentos, o não sentimento, o caminho das suas descobertas de si mesma, é muito verdadeiro.

É um livro rico de sentimentos, situações complexas de nós como seres humanos. Eu, particularmente, gosto de ser tragada por histórias que me fazem pensar, neste livro vi reflexos de mim, me sinto feliz por isso. Me emociono só de lembrar.

A narrativa faz com que você se apaixone também por seu irmão Ty. Senti a dor, o horror, a angústia de só pensar em estar no lugar dela, de ser parte da vida do Ty. Não tem como não viver a estória. Às vezes, a única maneira de lidar é chorando, e eu fiz muito isso.

A capa do livro é linda, diagramação, cheirinho, ilustrações, nossa muito capricho, Darkside sempre arrasa. Uns três errinhos de edição, mas nada que comprometa. Ahh Esperem muitas dicas incríveis de livros e de músicas. TUDO TOP!

Esse foi meu primeiro contato com Cynthia Hand e gostaria de acompanhar Lex até onde eu pudesse, uma enorme pena não ter continuação, queria!

O irmão da autora se suicidou aos 17 anos, ela tinha 20, então sobre a dor, ela sabe do que está falando. No entanto, ela alerta que ela não é Lex e nem Ty era seu irmão. O enredo é totalmente fictício.

Leiam.

20 dezembro 2016

Favs e novo Lay


Primeiramente Olá!! Segundamente Mudei o lay – porque sou enjoada. (sumiu todos os comentários ¬¬ ). E apesar de ainda não estar do jeito que quero e nem de escrever tudo que penso nele, já é um caminho.

Bom, vou mostrar o que tenho curtido ultimamente, tudo aleatório.

Album

Eis os discos que estou ouvindo no repeat, insanamente sempre.



Não conhecia a Diane, mas só foi ouvir Fools que me lembrei de algum filme, não sei qual rs, Nothing But a Miracle também, com certeza faz parte de alguma trilha sonora.
A Sia sei nem o que dizer, amo essa mulher, maravilhosa. Ela mexe com meu emocional que é uma pertubação.
Se joga no spotify pra ser feliz ♥

Single

Essas duas músicas é bem capaz de já ter vida própria e já sair tocando sozinhas. Todo dia escuto, mas já sei que daqui a pouco vou querer matar quem tiver ouvindo perto de mim.



Kindle

Comprei meu Kindle e tô apaixonada e mais bibliófila ainda, é o paraíso. A maior Maravilhosidade já inventada!!



Foto

Primeira aparição pública completa dessa família mar linda desse mundo ♥ Amei as fofuchinhas, fiquei super feliz como fã dos dois!! Ansiava Queria muito ver o rostinho das duas. Little James é a cara do pai.  -Blake Lively e Ryan Reynolds-




Cinema

Rogue One

Me surpreendi muito com esse filme. Tanto com os personagens quanto com o final da história. E Felicity Jones, já posso abraça-la?


14 novembro 2016

#Resenha A Garota Italiana – Lucinda Riley


É tão interessante como determinados livros me tocam, o que eles me fazem querer, mas, mais importante, o que eles me despertam. 

A Garota Italiana me fez pela primeira vez desejar ir para Itália, querer aprender italiano, eu nunnnca gostei do idioma, sinceramente, mas assim como o amor de Rosanna e Roberto no livro, não tem muito o que explicar, aconteceu.

O livro conta a estória de Rosanna Menici de 1966 a 1996. De Nápoles – Itália até Londres. Rosanna tem um dom, uma voz singular que desperta emoção e amores em todos que a ouvem. Um talento evidente que sela seu destino.

Mas o que ela canta não é mesmo? Ópera, sim!! Rosanna é um soprano. E cara, eu-me-apaixonei-por-Ópera!!!!!!!!!!!! (Drama Queen) Eu simplesmente fui encantada, ludibriada, enfim... Rosanna me fez ouvir Maria Callas (QUE MULHER), Franco Corelli (MEU DEUS), além dos tenores mais populares Pavarotti, Bocelli, Placido Domingo... ♥ fazer várias pesquisas sobre as origens; assistir a Ópera Madame Buttefly, Carmen, La Boheme e mais uma lista grande guardada, porque não descobri nem a metade; a ter meu compositor favorito, Puccini, e estilo favorito também, o Bel Canto. 

Um parêntese - enquanto eu procurava por Opera no youtube hehe descobri a miniatura da Rosanna, meu Deus, seria p e r f e i t a para o papel se virasse filme - porque o livro começa com ela aos 11 anos - então tudo a ver, o nome dela é Laura Bretan (13 anos) e está ou estava participando do America's Got Talent, olha a primeira audição da menina:

MARAVILHOSA

Nem só de Ópera o livro é feito, tem histórias lindas de amizade e amor, erros, muitos erros desses seres humanos, enganos e muitas revelações. 

Gostaria de chamar atenção aqui para o irmão de Rosanna, Luca, que a ama e incentiva, tanto a ela como sua outra irmã, extremamente linda, porém inconsequente, Carlotta. Ele tem um papel principal na vida da piccollina (como a chama). Ele assume o sonho de Rosanna como sendo o seu, e luta com ela para alcançá-lo, e é lindo. 

Voltando à Opera: é um universo imenso. O mais engraçado é que quando estou ouvindo e alguém aparece sempre perguntam de olhos arregalados me olhando estranho “o que é isso hein menina?”, resultado: só no fone de ouvido mesmo, mas ainda pior é eu tentando cantar (RISOS). 

Foi algo tão natural, nunca imaginei que pudesse me afeiçoar a esse tipo de arte. Ahhh pesquisei os teatros onde ocorrem as apresentações, Met de NYC, Opera House em Londres e outros. Se liga nesse teatro!!!!!! Depois dessa imagem foi bem mais emocionante imaginar Rosanna se apresentando e ficar louca pra ir à Londres – o que sempre fui.

Royal  Opera House - Covent Garden/London 

Não conhecia essa autora, e apesar de ter feito uma lista dos livros que quero ler dela, sinto um estalo sofrível de que não verei os mesmos personagens (drama).

Bom, quando o livro termina fica aquele doce amargo, que percorreu uma parte do enredo, então vem aquela vontade de ser a dona da história e mudar algumas coisas, mas olha, pensando bem, não, a vida é assim também... Nada é perfeito né, só Nutella.

P.SNão gosto de entrar muito em detalhes da história, já falei muito isso, nem leio a sinopse, que estraga muito a experiência. mas digo que vale muito a pena, uma bela história