Páginas

24 maio 2016

Uma pausa by Me


Sabe aquele início de post que você já vai se explicando? Ai preguiça, nem gosto. Não tem nada a verrrrrr não vai embora, fica que vai ter... Nada mesmo, só euza.
 
O caso é que eu estou com um propósito agora, passar em concurso público, então este blog vai ficar parado até eu conseguir meu objetivo, que será esse ano hein #DEUS... Pois dito isso, queria dizer que uma vez na semana estarei visitando os bloguitos que amo e são vários, não vou ficar tão desligada até porque preciso de lazer né, de vez em quando vou precisar desanuviar a mentxi.

Bom, estarei mais no meu instagram Lea Yasnaya, e por lá vai rolar sorteio em parceria com a Nina, do Psicose da Nina, no dia 27 – só posso dizer que se você ama Alice no País das Maravilhas vai ficar apaixonadx!!! Não é exagero. Juro.

É isso migxs, vamos em frente.

18 maio 2016

♥ Uma música do Justin Bieber ♥


Love Yourself.
Bieber co-escreveu essa música com Ed Sheeran  e Benny Blanco – produtor. 
Imagine!!! Tinha que sair coisa boa daí!!

Essa música fala sobre relacionamento, um tipo que é bem comum se você namora a pessoa errada. Então, tem fatos super importantes na música que mostra esses detalhes malignos.

É uma resposta bem dada, convenhamos, até porque a pessoa com quem o cara da música namorou, ainda liga (se ame querida!!) sabe aqueles falecidos que insistem em ressuscitar? Justamente.

Ele diz na música que não queria escrever sobre, mas dada a situação acha melhor, de uma vez por todas, ela saber o que significou pra ele, e amigxs não é legal não.

Começando por essa parte que eu adoro cantar:

My mama don't like you and she likes everyone.
Minha mãe não gosta de você, e ela gosta de todo mundo.

HAHHHHHH tem previsão melhor do que quando sua mãe fala as verdades depois que conhece teu namorado (a)? Olha o aviso aê!!!

Então, ele vai e confessa que não gosta de admitir que estava errado, e diz essa coisa maravilhosa:

And I've been so caught up in my job, didn't see what's going on
E eu estive tão ocupado com meu trabalho que não via o que estava acontecendo

Percebe? Poxa, tão, tão a vida de certas pessoas que não quero dizer o nome. É normal a gente deixar a coisa ruim se prolongar, acontece. 

Bem, não tem parte mais divertida do que essa:

Cause if you like the way you look that much
Oh baby you should go and love fuck yourself
Pois se você gosta tanto de sua aparência
Ah querida, você deveria simplesmente amar a si mesma

Nooooossaaaaaaa que coisa linda!!! Eu realmente fico muito feliz cantando essa parte. Porque a pessoa acha que é a última coca-cola do deserto né. Melhore.

But when you told me that you hated my friends
The only problem was with you and not them
Quando você me disse que odiava meus amigos
O único problema era com você, não eles

For all the times that you made me feel small
Por todas as vezes que você me fez sentir pequeno

Carasssss o que falar disso?

Minha prudência quando conheço e/ou me interesso por alguém se dá exatamente pelas experiências das outras pessoas, minhas amigas também, claro; acho que não sofri por conta disso, tive mais decepções, mas muito antes de me envolver completamente. Sabe, não perder tempo, energia e oportunidade. 

***
Olha, até um tempo atrás eu não suportava a música do Justin, achava tudo clichê, até o Purpose ser lançado. Posso dizer que agora sou Belieber e não me envergonho disso.

Por que me envergonharia não é mesmo?
Citando a maravilhosa da Clara Browne:

“Pop é político, pop é triste, pop tem muita profundidade, pop é não uma forma de entretenimento esvaziada, mas sim uma forma de esvaziar sua cabeça de toda dor que você sente a todo instante da sua vida. A música pop é uma maneira de pegar seus problemas, encará-los de frente, mas sem se deixar abater por eles. É dizer: ei, esse cara com quem eu me relacionei é um babaca, mas tudo bem porque eu sou melhor sem ele!, ou então: ei, eu estou sozinha numa cidade que não conheço ninguém e estou morrendo de medo, mas vai ficar tudo bem porque eu consigo construir uma vida do zero., ou ainda dizer: eu trabalho duro pra cacete, sofro uma série de opressões sistêmicas, tô mal o tempo inteiro, mas vou me dar o direito de festejar a vida com minhas migas, porque isso tudo ainda é melhor do que não viver.

A música pop, antes de mais nada, é sobre querer se sentir bem mesmo quando seu mundo está desmoronando. Não tente implicar que isso significa refutar seus problemas, porque não é sobre isso. O pop quer simplesmente lidar com tudo de ruim de uma forma boa. A ideia é, no fim das contas, bem simples: apesar de todas as tretas, ainda podemos encarar o mundo com leveza. E, meus amigos, isso é poderoso demais”.

E é isso.

O Hino!


♥.


10 maio 2016

Um Caso Perdido - Colleen Hoover #Hopeless



Como YA eu já poderia esperar muitas situações, afinal a gente conhece o gênero né... O primeiro e curtíssimo capítulo do livro coloca na tua cabeça várias possibilidades, porque já começa com um conflito, então tu fica curiosx para saber em qual parte do livro aquela cena vai aparecer, e quando aparece migx... Sem comentários.

Esse livro foi meu primeiro contato com Colleen Hoover e ela já se tornou uma das minhas autoras favoritas. Esse livro derrubou todas as minhas interpretações antecipadas. Quando terminei, queria ler de novo.

Sky é uma adolescente de 17 anos que sempre estudou em casa, não tem acesso à internet e TV, vive com sua mãe Karen e tem uma melhor amiga chamada Six, com quem divide sua vida peculiar. Só que Sky decide cursar seu último período do colegial em uma Escola Pública, a mesma de sua amiga, para saber como é a experiência. 

A estória não é sobre o colégio, é sobre pessoas, é sobre lidar com sentimentos, é sobre amor, é sobre crescimento, aceitação, mudança, confusão, é dúvida, tem muita pressão com que essa garota tem que lidar, há cenas chocantes, há declarações emocionantes, é um livro maravilhoso.



Sky é marcada pela vida por motivos que ela desconhece, ela é forte, sincera, paga micão – amiga te entendo, exista porfa – é corajosa, e como!! É do tipo de pessoa que não é conformada, adoro isso!
Não tem mimimi. 
É apaixonante.

Então, é um romance, e por se tratar de romance vai aparecer àquele cara – romance hetero, no caso – que vai tocar o coração dessa garota, aí que vem o clichê, por que... Porque ele é meu tipo, o tipo de toda garota eu acho, muito atraente, sorriso de amolecer tuas pernas etc., mas não reclamo sabe, fui bem feliz com a descrição. Não falarei dele, porque soltaria spoiler. Cada particularidade dele te incita algum pensamento e não quero que vocês percebam o que se deve antes da hora.

Bem, a autora trata de assuntos delicados, não esperava jamais isso desse livro, me tocou profundamente. Tem uma revelação tão linda, mas tão linda sobre amizade, que fiquei tão feliz e de coração quentinho... Vocês precisam ler

Leitura fluida, capítulos na medida certa, diálogos certeiros, te aviso que não vai querer largar enquanto não acabar, é lindo na medida do possível, é uma estória crível, acontece, com outros detalhes, mas acontece.

Nada que eu escrever aqui irá fazer jus a esse livro (na realidade gosto de ser vaga por agora, não desejo que perca a experiência), caraaaaaa é imperdível, leiam.

04 maio 2016

Se acaso me quiseres saiba...


Tenho uma dúvida enorme sobre quem é o meu crush platônico oficial, passo uns bons 30 minutos pensando nisso. Comparando as belezas.
Eu tenho TOC, mania, frescura, chame como quiser, com algumas coisas, então: se tiver algo fora do lugar, pronto isso me incomoda... Portas abertas? Deus me livre!!


... Se alguém mastigar fazendo barulho, me deixa possessa, juro que tem risco de violência. Se eu estiver ao lado de uma pessoa no Cinema e ela estiver comendo pipoca, o ato dela levar a mão ao pacote e por na boca, me incomoda, a mesma coisa é se tiver uma pessoa mascando chiclete ao meu lado, mesmo não fazendo barulho ou abrindo a boca, me incomoda o movimento da mastigação.


Sim sou muito incomodada.

O barulho de colheres batendo no prato, alguém fazendo aquele barulhinho de limpeza dos dentes com a língua, me deixa LOUCA; e aquele sonzinho dos inferno que traz a ponta da caneta pra dentro ou pra fora?

Tem mais, e muito importante: NÃO ANDO DO LADO DIREITO NA RUA. Já tentei, mas não dá. Então já saiba...

Tenho dor de cabeça com tudo, se prender o cabelo em um rabo de cavalo, se ficar no computador muito tempo, se ficar sem comer, se acordar muito cedo, se acordar muito tarde, se me levantar bruscamente e se ficar muito tempo debaixo do sol.


Ahh sou viciada em creme para as mãos, passo sempre, às vezes, esqueço que passei e 10min depois passo de novo e por aí vai.

Eu tenho um tédio crônico, vale para coisas, pessoas, desejos, planos, de repente a paixão acaba e tchau. Isso é um problema, pois me confundo sobre o que é essencial, e talvez o que deveria ficar se perde pela minha falta de maturidade.

Não como chocolate de maneira normal, eu como por 5 pessoas durante um dia. Migo eu sou chocólatra entende? Só falta eu fazer uma carreirinha de açúcar e cheirar. Um dia cheguei a pensar que entraria em coma por conta de tanto chocolate que comi.

Meu estilo é bem esportivo e básico, não odeio salto alto, apenas me deixa desconfortável e não sei andar, dói meu tornozelo e etc., por isso tenho apenas um par deles.

Amo o dia, mas nasci para a noite, a claridade me incomoda. Óculos de Sol é mais que um acessório é sobrevivência. O que eu sou Bella? Diga. Alto!

Invento cenas mentalmente, algumas são bem engraçadas, então começo a rir.
Se tu erra meu nome, se tu me chama pelo nome errado, eu já faço careta e falo grosso.
Desculpa.

Paracetaloka

Gosto de ir ao cinema ou sair sozinha, me sentindo assim fora do meu mundo, vendo tudo diferente, sem soar familiar.

Se eu achar uma mulher linda eu olho sem parar, vai parecer lesbianismo ou psicopatia, mas eu olho, não consigo deixar de olhar. Mesma coisa se for alguma parte do corpo dela que eu quisesse ter do mesmo jeito, fico olhando e imaginando se fosse em mim e elogio. Pois é.

Gosto muito de falar sobre vida após a morte, eu falaria sobre isso um dia inteiro, mas as pessoas não gostam de ouvir que vão morrer...

E você? Me diz migx, alguma coisa ?

27 abril 2016

Links Estupendos da Semana


Li muiiita coisa massa!!! Estou vendo uma série incrível. Preciso compartilhar tudo. Segura aí:

Eu sempre leio posts a respeito de blogs e sempre deixo aqui, então mais alguns pra série, não deixe de ler Eu deixei de acompanhar o seu blog porque ... Super importante hein gente, tem mais: Como creditar imagens e ser uma pessoa mais legal... Olha mais esse aqui: Do outro lado da tela sempre tem uma pessoa ... Bem, agora um texto que abriu meu cérebro, porque eu já estava caindo nessa ideia Precisamos falar sobre minimalismos ... Mas então, tem post sobre conteúdo on-line também, qualidade YouPix: Na era do excesso o segredo é a escassez ... E por fim - nesse critério - uma iniciativa do Think Olga - amo - pra se defender do assédio on-line Mandaprints.

Estou apaixonadaaa pelo trabalho dessa criatura!!!!!! Lindo demais, vê só Sofi Arts & Crafts ... meo super talentosa, já quero!! Tem também esse canal, super divertido, para aprender inglês, essa mulé é uma figura  Cintia Disse ... Não tem como não querer ver todos os vídeos dela... Okay, se você sempre quis dançar feito a Britney, Backstreet Boys e etc. migs o canal do Matt é pra você!!! O cara arrasa, ele é um dançarino, professor e coreógrafo americano, se liga e já vai dançando Sorry > Matt Steffanina.

Sofi Arts & Craft - muita lindeza né! -

Bom, agora vai links mais aleatórios, a Cami conta sobre seu  curso e faculdade de Design - amo Design - sem falar que adoro o blog dela... A Gabi escreveu sobre um decisão bem importante, experiência dela, Tchau Anticoncepcional muito interessante o texto hein, é bom pensar sobre... Agora um texto lindo, ain Uma das melhores coisas na vida de uma mulher é ter amigas, amigas cuidam da alma. ... 

Aposto que muitxs de vocês conhecem a Vitrola né?!! Então, no post ela fala sobre como foi criar sua loja virtual Experiência e Dicas ... Aliás, a lojinha dela é a cara dela, super fofiss... Se você, como eu, está pensando em tirar essa bunda da cadeira e fazer alguma atividade, olha esse post Veja erros e acertos ao montar um cardápio saudável ... E pra terminar esse textão, um post maravilhosooooo do Oficina de Estilo falando das "tendências" fashion Não aposte nisso ME REPRESENTA. Eu gosto de moda sabe, só não gosto de imposição e esnobismo.

Eu acabei de ler isso, e estou até emocionada, porque é tudo que acredito e sempre quis dizer, então a Anna resumiu de forma excepcional  LEIAM ♥ Mulherzinhas

E por fim, mas não menos importante!!!!!!!!!! Essa série!! Gente. Tô obcecada por Demolidor (Daredevil) do Netflix Certo que a maioria do povo - meus amigos - já estão esperando a terceira temporada, eu ainda estou no 3° episódio da segunda, enfimmmm já quero mais 10 temporadas - ui - por favor vejam!!! Ahh e Charlie Cox - crush - ai meu Deus, vestido ou desvestido, maravilhoso



20 abril 2016

Alagoas sua Maravilhosa


O Brasil é lindo e a gente sabe, eu não conheço nem a metade da metade dessa beleza, só que antes de sair do meu Estado decidi conhecê-lo. Então, comecei a viajar pelos pontinhos que mais desejo - olha são muitos - comecei pelos que mais quero, porque se for para todos, não saio daqui.

Fim de semana passado fui conhecer Pontal do Coruripe, cidadezinha do interior, acho engraçado porque todas as cidades interioranas são iguais, as tendências são as mesmas e os costumes. Falo por Alagoas, claro.

Bom, o lugar tem várias pousadas, eu e minhas amigas ficamos na As Casinhas da Ada (link do TripAdvisor - que você pode ver as avaliações). Eu gostei, tem TV, WiFi, tem cozinha,  tudo que você precisa pra não depender de restaurante (só não tem ar-condicionado e microondas) o clima é de casa de interior mesmo, decoração rústica, mas aconchegante. E claro a Ada (Italiana com sotaque Carioca), a anfitriã nota infinita porque ela é demais Ahhh e o café da manhã excelente

Nós compramos os mantimentos antes de ir ( se você for de carro ótimo, mas de ônibus veja bem, porque né, é peso) e lá os preços são salgadossss, nossa bem caro.

Pontal do Coruripe é aquele lugar tipo, a aldeia de pescadores de novela da Globo hehe de Dia tem a praia, que todos dependem dela e vivem através dela e a diversão é por ela. Então, sobre a vida noturna eu não sei, tive medo porque não conhecia o lugar e sabe né, os tempos estão difíceis, mas não soube de nada a respeito que me deixasse assim, eu apenas estou assim, desconfiada com tudo.

Bem, agora a melhor parte, as fotos:











06 abril 2016

Trono de Vidro #4 - Rainha das Sombras



Não estou sabendo lidar com esse livro 4, como esperar pelo 5 e 6? O que farei da minha vida? Sarah J. Maas humilhou o mundo com esse livro, ela foi dextruidora!!!!!!!!!!!!!! ♥ Tenho que dar umas inspiradas sempre que lembro... Me controlar senão desabo no choro.

 

Quando li o primeiro (resenha aqui) e o segundo livro, foi tudo “lindo”, maravilhoso, incrível, pois a estória estava seguindo um fluxo, com algumas novidades, mas nada tão drástico; então vieram o terceiro e este quarto livro e MEU DEUS como tudo foi diferente, meu mundo caiu, aconteceu de forma coerente sim, no entanto mudou tanta coisa que meu pequeno coração está frágil.

Chaol

bem que poderia ser

Normalmente não faço resenha de continuação porque né... No entanto, preciso dizer que Celaena – a personagem principal está cada vez melhor, madura, mais forte e muito mais inteligente, também né a pobi sofreu, a garota com 19 anos agora está uma estrategista que põe até Poirot (personagem detetive de Agatha Christie) de joelhos hehehe.

Ela me surpreendeu durante toda a leitura, quando eu estava achando Okay que bom que isso aconteceu, a filha da mãe já estava traquinando além da minha vista e mostrava muito mais. Olha, vou dizer, é de ficar de boca aberta.

Tem um toque hot na trama hein, opa!! Gente... Enfim...

Neste quarto livro foram respondidas todas as minhas questões, foram ditas as palavras que ficaram presas, mas de uma forma que eu não esperava sabe... (muchas lágrimas aqui).

Eu vi/senti durante todo esse livro uma tristeza, porque a realidade né povo, não é das melhores, o que eles estavam sentindo, fazendo, sobrevivendo, a situação de todos nesse livro é complicadíssima, não há tranquilidade, muito menos um lampejo de paz, e o amor... Ah o amorrrr tem que se agarrar à paciência, afinal tem uma guerra prestes a irromper e existe a ameaça de que alguns não sobrevivam – ai God!!!

A confirmação do que eu suspeitava me deixou arrasada, inconsolável, chorando copiosamente, muito trissssssssteeee. Eu tinha esperança em uma certa situação, mas não vai acontecerrrrrrrrrrrrrr ... Ai só de lembrar meu coração fica pequenininho... Vou continuar chorani tá?! Não é esses exageros todos sabe, porque muita gente até onde li, adorou a novidade, mas não sou obrigada...

Mas nada se compara a parte final do livro. Minha garganta ficou seca, tive que tomar quatro litros de água porque desidratei, eu chorei feito um bebê desmamado, chorei, chorei, que solucei e chorei. Foram tantos sustos sabe... Tudo foi incrível, absurdamente maravilhoso, essa mulher detona, ela é super, rainha, uma deusa, uma louca, uma feiticeira, ela é demais os personagens são incríveis, é tudo sensacionalllllllllll!!!!!!! Cinco estrelas

Bem, só posso dizer que leiam essa série, são seis livros, o quinto ainda não foi traduzido:

Mas a Galera Record já deve estar providenciando... PORÉMMMMM abigos não vou esperar para 2017, vou comprar em Setembro a versão em inglês porque não dá pra esperar... Tô aqui treinando meus inglish pra não sofrer demais. O nome do quinto livro é: Empire of Storms (Império das Tempestades – acho kkk) //// Vish quero nem pensar como será...

Carassss essa série se tornou uma das favoritas, que vou lembrar com carinho para sempre. Amo forevis ♥
Layout personalizado por: