08 agosto 2017

Seja você, seja de verdade.

Estou gostando dessa “nova” fase dxs produtorxs de conteúdo, seja por meio de blog, youtube ou instagram!

Blogueira desde 2006!!! Venho acompanhando essas mudanças, e foram muitas, desde aquele e domínio de fashion blogs, com elevação da blogueira a status de celebridade, como também daqueles blogs que começaram pessoais e continuam assim, só que com a escrita e percepções mais profundas. Alguns viraram livros, outros negócios lucrativos por meio de consultorias ou coaching. Entre outras direções.

Tô falando muito e dizendo quase nada, enfim, o que quero realmente dizer é que, a maioria se tornou tão caricata, genérica, e apenas vitrine, que eu já estava realmente saturada, cansada.


Só que, de um tempo pra cá, vejo que tem gente sendo autêntico, e se existe publicidade, ela se relaciona diretamente ao conteúdo, com importância. Ou seja, tem gente cansada também.

Mas acima de tudo, mandando a real, independente do que as pessoas vão achar, porque o que vale é manter a sua essência, porque mudar a gente muda, graças a Deus! Aqui abaixo a Pam fala sobre o nicho dela, que é Literatura e sobre toda a discussão que está rolando no youtube sobre o futuro dos canais. Vale muito, muito, muito, à pena ver!


Passei por vários nichos: fashion, tecnológico, pessoal, literatura, e posso dizer que hoje, posso ser tudo isso sem ser cardápio, afinal uma pessoa não é apenas uma característica, mas também, se quiser se manter em um segmento, problema nenhum, estou falando apenas de mim.

O que diferencia e o que me fez amar ainda mais esse antigo-novo blog pessoal, é exatamente a personalidade que colocamos no nosso espaço.

Estamos sendo mais nós mesmxs, de verdade, e é isso, agora, que está fazendo valer à pena continuar nas interwebs. E saber que tem tanta gente trabalhando assim, me deixa feliz.

Um post da Vicney falando sobre ansiedade ♥

Por que estou falando isso?

Porque assisti a um vídeo da Karol Pinheiro, que ultimamente tem lançado esse tipo de conteúdo. No vídeo ela fala de como o instagram a deixou meio surtada, em querer ter, querer ser, o que não havia necessidade pra vida dela, tudo por conta de fotos de “vidas perfeitas”, e ela até se questionou sobre as fotos que posta.

Sugiro que assistam:



Eu acho tão bacana ler/ver/ouvir opiniões assim, e o mais bacana dos posts pessoais é a identificação, claro; mesmo que não concorde com todo o texto, os comentários estão lá pra isso, essa troca que acho fascinante. Acho muita coisa fascinante no mundo, talvez eu seja facilmente deslumbrada ¯\_()_/¯

Só vou citar esse trecho do site A Soma de Todos os Afetos, para terminar esse devaneio prolixo:

...“Vivemos em era de publicidade total. Tudo é marketing e falta mesmo é gente sendo de verdade. Só que gente de verdade funciona como repelente. Gente que fala do que sente e do que pensa, que defende seu espaço e não se refreia assusta o mundo maquiado. E gente de verdade não raro atrita com o mundo ao seu redor” ...

... “Quando você começa a ser de verdade, percebe que tem necessidades inadiáveis, que perdeu tempo demais sendo complacente com o mundo ao seu redor e que não sendo você, será sempre uma metade que não vai estar 100% em lugar nenhum. Aí bate o senso de urgência, a vontade de viver, de assumir as rédeas da vida, você vai colocando tudo na balança e é tomado de uma coragem incontrolável de ser de verdade”.

xero procês!


Um comentário:

  1. Acho que todo blogueiro passa por essa "crise existencial" que, na minha opinião é fundamental para que o blog tenha cada vez mais personalidade!
    Assim o autor questiona a existência do blog e passa a correr um pouco menos atrás dos números e se dedica cada vez mais a fazer com que seu conteúdo seja autêntico!

    beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir